Bahia

Greve dos Vigilantes: 60% da categoria serve ao Estado, que não reajusta contratos diz deputado Luciano Ribeiro

07 Junho 2017 - 07:09

Greve dos Vigilantes: 60% da categoria serve ao Estado, que não reajusta contratos diz deputado Luciano Ribeiro

Foto: Divulgação

O deputado estadual Luciano Ribeiro denunciou que a greve dos vigilantes, que já atingiu 15 dias, ainda não foi resolvida porque o governo do Estado detém 60% do pessoal contratado para vigilância e não repactua os contratados com as empresas desde 2015. “A situação é muito grave para os trabalhadores e também para as empresas prestadoras de serviços terceirizadas ao Estado. Uma paralisação que prejudica ainda serviços essenciais à população, como bancos e escolas. O Estado não cumpre os reajustes contratuais com as empresas para que essas possam garantir o reajuste justos aos vigilantes, em sua maioria terceirizados”, destacou Luciano, que lembrou ainda da ausência de discussão de ajustes salariais dos servidores públicos, sem a abordagem da questão até mesmo na Assembleia Legislativa pela base governista indo para o terceiro ano, inclusive pelo Partido dos Trabalhadores – quem deveria entrar em defesa desses. Segundo o deputado, Rui Costa age como se os problemas não fossem do Estado, dos baianos. “O governador precisa se posicionar de forma incisiva, participativa e buscando soluções aos problemas”, disse o deputado.

 

Comentários

Deixe seu comentário

Mais notícias