Livramento Hoje

Livramento Hoje



Livramentense estudante da UESB é condenada a prisão por fraude em cotas no curso de Medicina

  Quinta, 31.Março.2016 às 14h33


Foto: Divulgação

Uma estudante do curso de Medicina da UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia), campus de Vitória da Conquista, foi condenada nesta quarta-feira (30) a dois anos de prisão em regime aberto (mais multa) por ter feito uma falsa declaração de endereço com o objetivo de ingressar no curso por meio das cotas reservadas a estudantes quilombolas — descendentes de escravos. Na decisão, o juiz Clarindo Lacerda Brito diz que a estudante Maiara Aparecida Olívia Freire “agiu com culpabilidade normal à espécie”. Ao avaliar os antecedentes da estudante, o magistrado decidiu substituir “a pena privativa de liberdade por duas restritivas de direitos, quais sejam, a de prestações de serviços à comunidade e de prestação pecuniária, por se revelarem mais adequadas ao caso”. Maiara, que ainda pode recorrer da decisão e não foi localizada para comentar o caso, foi denunciada em 2014 pelo MPE (Ministério Público Estadual). Na declaração falsa, ela informou que morava no povoado da Rocinha, zona rural de Livramento de Nossa Senhora. Em Vitória da Conquista, já como estudante, ela residia no bairro Candeias, área nobre da cidade. O juiz negou o pedido do MPE, autor da denúncia contra a estudante, para que como efeito da condenação Maiara tivesse a matrícula anulada pela UESB. Cláudio Lacerda Brito achou por bem oficiar a própria universidade para que ela tome as providências. A UESB foi procurada e ainda não deu retorno ao blog. Maiara ainda continua como estudante da universidade.

Comentários