Livramento Hoje

Livramento Hoje



Brumado: acusados de matar e atear fogo nos corpos de lavradores são condenados a 58 e 54 anos de prisão

Por: Agora Sudoeste   Quarta, 28.Junho.2017 às 13h30


Foto: Wilker Porto | Agora Sudoeste

Em audiência realizada na tarde da última terça-feira (27), no fórum Duarte Moniz, em Brumado, presidia pelo juiz da vara criminal Genivaldo Alves Guimarães, Lucas Lage de Almeida, de 19 anos, vulgo Batatão, foi condenado a 58 anos de reclusão, em regime inicial fechado, e quinhentos e oitenta dias-multa, fixada a unidade em 1/30 do salário mínimo; e Juliano Soares Pereira, vulgo Titi Bull, de 18 anos, a 54 anos e 3 (três) meses de reclusão, em regime inicial fechado, e ao pagamento de quinhentos dias-multa, fixada a unidade em 1/30 do salário mínimo. Durante o julgamento, foi apresentado que na madrugada de 05 de abril deste ano, na Fazenda Penha, em Brumado, os acusados e o comparsa adolescente W.N.J, com intenção de matar invadiram a residência dos lavradores Adão de Souza Lobo e seu filho Paulo Sérgio da Silva Lobo, e subtraíram duas carteiras, R$ 200,00 e um cartão de benefício previdenciário. Eles desferiram golpes de facão nas vítimas, matando-as e ateando fogo em seus corpos. Restou provado, ainda, que não surgiu qualquer desentendimento entre os assaltantes, nenhum deles foi coagido a praticar os fatos, e nenhum deles sequer desestimulou a conduta do outro. Também não há que se falar em participação de menor importância; ambos os acusados dividiram as tarefas, seja arrombando a porta e vasculhando a casa em busca de dinheiro, seja desferindo golpes de facão nas vítimas, ateando fogo aos corpos, etc. Ambos tinham o domínio do fato e poderiam tê-lo evitado. Inequivocadamente, ambos pretendiam roubar dinheiro ou bens. A sentença foi dada 88 dias após a consumação do crime. O caso gerou comoção popular. 

Comentários